Chuvas na Bacia Hidrográfica do Paranapanema permanecem abaixo da média

Foto: Raylton Alves

Os baixos índices de pluviosidade devem permanecer na próxima semana

Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de chuvas na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema se mantém abaixo da média e a situação deve permanecer. As informações foram trazidas durante a reunião da Sala de Situação, realizada na última sexta-feira (20), por videoconferência. O resultado das poucas chuvas é o baixo nível dos reservatórios localizados na Bacia Hidrográfica.

Os índices percentuais dos reservatórios, referentes ao volume de água, foram apresentados na reunião pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), sendo eles individualmente: Jurumirim 21%; Chavantes 35%; Capivara 10% e Mauá 19%, o que representa um total de armazenamento dos reservatórios em 20% de sua capacidade.

A previsão, para um cenário único, é, até o dia 27 de novembro deste ano, atingir os seguintes resultados em relação ao nível dos reservatórios: Jurumirim: 20%; Chavantes: 34% e Capivara: 5%.

Considerando as restrições operativas hidráulicas das usinas, a proposta do ONS é adotar as seguintes diretrizes de defluência:

  • UHE Jurumirim: 220 m³/s, até o dia 31 de dezembro;
  • UHE Chavantes: 350m³/s até o dia 31 de dezembro;
  • UHE Capivara: 20/11: 850 m3/s | 21 e 22/11: 550 m3/s | 23/11 até 27/11: 1.320 m3/s;
  • UHE Mauá: Deve atender aos 79m³/s (defluência mínima) até 22/11/2020 e 150m³/s após essa data.

A próxima reunião da Sala de Situação está agendada para o dia 27 de novembro, às 15h, por videoconferência.

Sala de Situação

Para compartilhar informações e tomadas de decisões, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) instituiu a Sala de Situação do Paranapanema, composta pelos seguintes integrantes, além da própria ANA: Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), CTG Brasil, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Votorantim Energia, Departamento de Água e Energia Elétrica e a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente SIMA, pelo Estado de São Paulo, Instituto Água e Terra, pelo Estado do Paraná, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema e os seis Comitês Afluentes, instituídos nos Estados de São Paulo e Paraná.

Também é possível acompanhar a situação dos reservatórios na Bacia Hidrografica, por meio do CBH Paranapanema:

Fechar Menu