Dia do Rio Paranapanema terá webinar sobre os Reservatório na Bacia Hidrográfica

Em comemoração ao Dia do Rio Paranapanema, instituído pela Lei Estadual de São Paulo nº 10.488 e a Lei Estadual do Paraná nº 16.055, no dia 27 de agosto, das 9h às 12h, será realizado o webinar: A Gestão dos Reservatórios na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema.

O webinar, gratuito e aberto, tem por objetivo apresentar, esclarecer e dialogar com toda a sociedade da Bacia Hidrográfica sobre a gestão dos Reservatórios na no Rio Paranapanema, bem como apresentar as ações que estão sendo desenvolvidas visando minimizar os impactos do rebaixamento do nível destes Reservatórios.

Vale ressaltar que o Rio Paranapanema é responsável por 5% de toda produção elétrica no Brasil e, desde outubro de 2018, atravessa uma severa crise hídrica, ocasionada pela falta de chuvas na região. Portanto, no dia 27 de agosto, Dia do Rio Paranapanema, a ideia é levar a reflexão sobre o uso de suas águas e como contribuímos para a sua gestão.

Programação:

08h45 – Abertura da sala e recepção dos participantes

09h00 – Abertura do webinar

09h15 – Palestras

  • Os reservatórios na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema
  • A gestão dos reservatórios – objetivos e competências/ o papel da Sala de Situação do Paranapanema
  • A gestão dos reservatórios e a importância para o SIN – Sistema Interligado Nacional
  • Os fatores climáticos e seus impactos aos ecossistemas de água doce
  • A atuação das concessionárias nos reservatórios

10h45 – Diálogo com os participantes

12h00 – Encerramento

 

Inscrições gratuitas:

Período: de 19/08/2020 a 26/08/2020

Link: http://bit.ly/webinar_paranapanema

 

Mais informações:

secretaria@paranapanema.org

14 3316.9290

Paranapanema.org

 

Sobre o Rio Paranapanema

O Rio que une São Paulo e Paraná, o Paranapanema percorre 929 Km de sua nascente na Serra Agudos Grandes (SP) até a sua foz na confluência com o Rio Paraná (PR). As vertentes Paulista e Paranaense deste rio apresentam grande identidade social, cultural e potencialidade econômica. Com grande acervo ambiental preservado, sobretudo nas porções de cabeceiras, a bacia hidrográfica do Rio Paranapanema também se destaca pela agricultura de ponta e um extraordinário potencial para a irrigação, tanto pela excelência de seus solos, quanto pela disponibilidade hídrica.

O Rio ainda conta com disponibilidade de Recursos Hídricos aproveitada para a geração de hidroeletricidade ao longo de seu curso, o que também oferece relevante potencial turístico para toda a comunidade. Vale ressaltar que o Rio Paranapanema é responsável por 5% de toda produção elétrica no Brasil e, desde outubro de 2018, atravessa uma severa crise hídrica, ocasionada pela falta de chuvas na região.

Sobre a Sala de Situação

Para compartilhar informações e tomadas de decisões, a Agência Nacional de Águas instituiu a Sala de Situação do Paranapanema, em funcionamento desde fevereiro de 2019, composta pelos seguintes integrantes, além da própria ANA: Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), CTG Brasil, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Votorantim Energia, Departamento de Água e Energia Elétrica pelo Estado de São Paulo, Instituto Água e Terra, pelo Estado do Paraná, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema e os seis Comitês Afluentes, instituídos nos Estados de São Paulo e Paraná.

As reuniões são virtuais e abertas, nelas, além dos órgãos apresentar as atualizações referentes aos níveis dos reservatórios e das tendências climáticas, são definidas as estratégias de operação e conhecidas as projeções para cada uma delas a curto prazo. Atualmente os reservatórios apresentam os seguintes níveis: Jurumirim 37,17%; Chavantes 37%; Capivara 39% e Mauá 37%, o que representa um total de armazenamento dos reservatórios em 29% de sua capacidade.

Sobre o CBH Paranapanema

Os Comitês de Bacias, instituídos com base nas legislações estaduais e na Lei Federal 9.433/97, são colegiados de entidades, sendo eles deliberativos, consultivos e descentralizados por bacias hidrográficas. Eles têm como objetivo promover a gestão descentralizada, participativa e integrada dos recursos hídricos na Bacia Hidrográfica, de forma a garantir água em quantidade e qualidade para atender os diversos usos e usuários, para a atual e futuras gerações, e implementar os instrumentos de gestão.

O CBH Paranapanema é um Comitê Interestadual, sendo o Rio Paranapanema de domínio da União, que une São Paulo ao Paraná, e tem a importante função de promover a integração de toda a Bacia. A Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema, possui em seu território seis Comitês estaduais instalados. São eles: CBH Alto Paranapanema, CBH Médio Paranapanema, CBH Pontal do Paranapanema – na vertente de São Paulo, CBH Norte Pioneiro, CBH Tibagi e CBH Piraponema – na vertente do Paraná.

O CBH Paranapanema, criado em 2012, é modelo em todo o país na construção e implementação do seu Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH Paranapanema), além da integração que proporciona em todos os níveis da Gestão, dentro da Bacia Hidrográfica, o que lhe confere protagonismo no Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos.

Fechar Menu