Em 2020, choveu 48% da média na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema

Em média se chove 490mm, neste ano o volume de água por pluviosidade está em 207mm

Já há quatro meses as precipitações na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema estão abaixo da média histórica. Apesar da previsão de dezembro as chuvas chegarem à média história, nos últimos dois anos foram poucos os meses que alcançaram o índice. No acumulado, a média história para o ano é de chuvas de 490mm, neste ano, até o momento, as chuvas estão em 207mm, o que representa 48% da média, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).

Desse modo, os reservatórios da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema permanecem abaixando o volume do nível da água. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apresentou o volume de água de cada um deles: Jurumirim 14%, Chavantes 15%, Capivara 7% e Mauá 17%.

As informações foram repassadas durante a 24ª Sala de Crise do Paranapanema, realizada no dia 10 de dezembro, por videoconferência. Na ocasião, o Diretor da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, Rodrigo Flecha, salientou que todas as tomadas de decisões estão voltadas para o atendimento à geração de energia.

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema (CBH Paranapanema) permanece mobilizando os atores da Bacia para que conheçam e participam da Sala de Crise, assim como mantém seu posicionamento de preservar os diversos usos da Bacia e manter os reservatórios em, no mínimo, 20% do volume útil.

Paralelamente, o CBH Paranapanema tem trabalhado alternativas de trabalhos para mitigar os efeitos da crise e estabelecer o diálogo participativo e amplo. A próxima reunião da Sala de Crise está agendada para o dia 22 de dezembro, às 15h, por videoconferência.

Sala de Crise

Para compartilhar informações e tomadas de decisões, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) instituiu a Sala de Situação do Paranapanema, posteriormente intitulada Sala de Crise, composta pelos seguintes integrantes, além da própria ANA: Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), CTG Brasil, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Votorantim Energia, Departamento de Água e Energia Elétrica e a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente SIMA, pelo Estado de São Paulo, Instituto Água e Terra, pelo Estado do Paraná, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema e os seis Comitês Afluentes, instituídos nos Estados de São Paulo e Paraná.

Também é possível acompanhar a situação dos reservatórios na Bacia Hidrográfica, por meio do CBH Paranapanema:

paranapanema.org

facebook.com/cbhparanapanema

instagran.com/cbhparanapanema

yuotube.com/cbhparanapanema

issuu.com/cbhparananemacomunicacao

Fechar Menu