Medidas para equilíbrio dos reservatórios do Paranapanema são apresentadas

Previsão aponta recuperação da Bacia para o final de abril

Durante a Sala de Situação do Paranapanema, realizada na última sexta-feira (10), as projeções de armazenamento dos reservatórios foram apresentadas, assim como os níveis atuais e as diretrizes de funcionamento.
De acordo com o Operador do Sistema Nacional de Energia (ONS), o volume total de armazenamento dos reservatórios está em 32%. Individualmente eles apresentam os seguintes níveis de água: Jurumirim 31,74%; Chavantes 13,95%; Capivara 43%; e Mauá 35,94%.
A partir do dia primeiro de março, as vazões de defluência passam a operar da seguinte forma: UHE Jurumirim: 147m³/s; UHE Chavantes: defluências de 100 m3/s; UHE Mauá: defluências livres; UHE Capivara: defluências de 500m³/s(dias úteis) 330 m³/s (finais de semana e feriados).
A estimativa, utilizando uma previsão de chuvas mediana, é que os níveis dos reservatórios apresentem os seguintes resultados a partir do final de abril: fim de abril deste ano: Jurumirim 80%; Chavantes 65%; Capivara 61%; Mauá 36%.
As medidas adotadas de diminuição da vazão de defluência (água que é liberada do reservatório), bem como as chuvas contribuíram para que os reservatórios se recuperassem. De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), para as próximas semanas de janeiro, a perspectiva é que se continue atingindo as médias de pluviosidade na região.
A Sala de Situação se reunirá novamente em 17 de janeiro de 2020, às 10h, por videoconferência.

Sala de Situação
Para compartilhar informações e tomadas de decisões, a Agência Nacional de Águas instituiu a Sala de Situação do Paranapanema, composta pelos seguintes integrantes, além da própria ANA: Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), CTG Brasil, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Votorantim Energia, Departamento de Água e Energia Elétrica pelo Estado de São Paulo, Instituto Aguasparaná, pelo Estado do Paraná, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema e os seis Comitês Afluentes, instituídos nos Estados de São Paulo e Paraná.
Também é possível acompanhar por meio do CBH Paranapanema:
• paranapanema.org
• facebook.com/cbhparanapanema
• instagran.com/cbhparanapanema
• yuotube.com/cbhparanapanema
• issuu.com/cbhparananemacomunicacao

Fechar Menu