Período de seca liga o alerta para os reservatórios da Bacia

A previsão é de poucas chuvas para os próximos dias

O acumulado de chuvas na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema nos últimos 10 dias foi muito abaixo da média prevista para o período, segundo os dados apresentados pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), na reunião da Sala de Situação, realizada na última sexta-feira (25), por videoconferência. Para os próximos 15 dias também não há previsão de chuvas significativas. A entrada no período de seca traz preocupa acerca da situação dos reservatórios da Bacia.

Os índices percentuais dos reservatórios localizados na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema referentes ao volume de água foram apresentados na reunião pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), sendo eles individualmente: Jurumirim 32%; Chavantes 44%; Capivara 58% e Mauá 34%, o que representa um total de armazenamento dos reservatórios em 47% de sua capacidade.

Apresentadas as simulações, iniciando na data da reunião (25), até o fim de outubro de 2020, considerando as restrições operativas hidráulicas das usinas, a proposta do ONS é adotar as seguintes vazões de defluência:

  • UHE Jurumirim: defluências de 100 m³/s, em todos os cenários até o dia 31 de outubro;
  • UHE Chavantes: defluência de 105 m³/s, em todos os cenários até o dia 30 de setembro; defluência de 200m³/s, no cenário pessimista e 190m³/s nos cenários médios e otimista, entre os dias 01 à 31 de outubro
  • UHE Capivara: defluências de 1.200 m³/s de segunda a sábado e 650m³/s domingo e feriados em todos os cenários, até o dia 24 de outubro; defluências de 1200m³/s de segunda a sábado e 650m³/s domingos e feriados, nos cenários médio e otimista e defluência de 350m³/s no cenário pessimista, entre os dias 25 atè 31 de outubro
  • UHE Mauá: 79m³/s em todos os cenários (defluência mínima).

A previsão para os três cenários, otimista, médio e pessimista, respectivamente, é atingir os seguintes resultados em relação ao nível dos reservatórios ao fim de outubro deste ano: Jurumirim: 48%, 33% e 26%; Chavantes: 50%, 43% e 38%; e Capivara: 92%, 26% e 24%. A próxima reunião da Sala de Situação está agendada para o dia 23 de outubro, às 15h, por videoconferência.

Sala de Situação

Para compartilhar informações e tomadas de decisões, a Agência Nacional de Águas instituiu a Sala de Situação do Paranapanema, composta pelos seguintes integrantes, além da própria ANA: Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), CTG Brasil, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Votorantim Energia, Departamento de Água e Energia Elétrica pelo Estado de São Paulo, Instituto Água e Terra, pelo Estado do Paraná, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema e os seis Comitês Afluentes, instituídos nos Estados de São Paulo e Paraná.

Também é possível acompanhar por meio do CBH Paranapanema:

  • org
  • com/cbhparanapanema
  • com/cbhparanapanema
  • com/cbhparanapanema
  • com/cbhparananemacomunicacao
Fechar Menu