Setor de Hidroeletricidade fala sobre operações dos reservatórios no Paranapanema

Na manhã de hoje (06), o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema (CBH Paranapanema) finalizou os Encontros Setoriais – Reservatórios do Paranapanema. O 5º evento foi destinado ao setor de hidroeletricidade. Na Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema há 11 reservatórios voltados para a geração de energia elétrica, nos quais atuam cinco operadoras – CTG Brasil, Copel, Enel, Votorantim e Cruzeiro do Sul.

O evento, aberto a todos os usuários de água deste setor, contou com a presença de 25 pessoas, que dialogaram sobre os desafios da Hidroeletricidade em frente à crise hídrica e a conduta adota pelas operadoras, assim como as legislações que são seguidas. Os presentes também sanaram as dúvidas acerca dos trâmites para se estabelecer as diretrizes operativas para os reservatórios, assim como o papel do Comitê do Paranapanema neste processo.

Antes do diálogo, o Comitê do Rio Paranapanema fez uma apresentação de contextualização, explicando o que é o Comitê, sua competência, as ações desenvolvidas voltadas para mitigar a crise hídrica na Bacia e a formação do Grupo de Trabalho Reservatórios do Paranapanema, cujo objetivo é contribuir para uma proposta de regras de operação, que considere as demandas dos diversos usos da água nos reservatórios. Esta proposta será apresentada ao plenário que, com sua aprovação, será encaminhada à Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – órgão responsável por legislar acerca das diretrizes operativas dos reservatórios de água.

Os interlocutores da hidroeletricidade, que representarão o setor no GT Reservatórios serão CTG Brasil e Copel, conforme definição feita no Encontro Setorial.

 

 

Fechar Menu